Argentina revela os primeiros classificados ao Freio de Ouro

Os primeiros classificados para a grande final do Freio de Ouro 2018 foram conhecidos neste sábado. Na disputa realizada na Sociedad Rural Jesús María, em Córdoba, na Argentina, foram preenchidas as oito vagas para a decisão – quatro machos e quatro fêmeas. Pelo segundo ano consecutivo os …

argentinos completam o time de selecionados para a final da modalidade promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) que ocorre no primeiro final de semana da Expointer.

Oito conjuntos garantiram vaga na grande final da modalidade, com destaque para ginete que classificou metade dos animais

 

A classificatória premiou a égua Chake 4051, do estabelecimento La Estrella, com o ginete Ramon Eduardo Diaz, e o cavalo Perdido Baleal, do estabelecimento Los Potreritos, montado pelo ginete Horacio Casin como os grandes vencedores desta etapa. Casin, inclusive, foi um dos grandes destaques do final de semana do Freio de Ouro, montando quatro dos oito animais que chegaram nas primeiras posições.

 

O vice-presidente de Eventos da ABCCC, Eduardo Azevedo, acompanhou a prova na Argentina e salientou o nível de evolução dos conjuntos que entraram em pista para disputar as oito vagas para a grande final do Freio de Ouro. “Iniciamos com o pé direito com uma boa participação, sendo 20 fêmeas e 27 machos. Observamos um ótimo nível principalmente nas fêmeas, e bastante público acompanhando os dias de prova. Uma avaliação muito positiva”, declarou.

 

André Luiz Narciso Rosa, um dos jurados das fêmeas, avaliou que o nível da prova foi altíssimo, com médias que refletem diretamente o momento que vive a Argentina. “Os ginetes argentinos mostraram muita evolução na conduta quanto a apresentação dos animais. Tivemos quatro das vinte fêmeas em alto grau de competitividade e a égua que ganhou a prova deve ter feito a maior média da história, sendo que se sagrou bi-campeã do Freio de Ouro da Argentina, destacou.

 

A etapa argentina ao Freio de Ouro teve como jurados, além de André Luiz Narciso Rosa, João Francisco Silveira da Silveira e Rodrigo Diaz de Vivar nas fêmeas e Carlos Milicevic, Lauro Varela Martins e Marcelo Montano Coelho julgando os machos. A seletiva argentina também definiu os campeões nacionais da modalidade pela Asociación Criadores Caballos Criollos (ACCC). A próxima parada do Freio de Ouro ocorrerá de 4 a 8 de abril, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), quando ocorre mais uma edição do Bocal de Ouro.

 

Confira o resultado

 

FÊMEAS

 

1º lugar

Chake 4051, criador e expositor Ricardo D. Matho Garat, estabelecimento La Estrella

Ginete: Ramon Eduardo Diaz

Nota: 20,239

 

2º lugar

Chacra Vieja Forastera, criador e expositor Daniel Hugo Pierella, Don Jose

Ginete: Horacio Casin

Nota: 19,747

 

3º lugar

Charque Señorita, criadores e expositores sucessores Julio Alberto Ballester, San Arsenio

Ginete: Horacio Casin

Nota: 19,277

 

4º lugar

Charke Charlatana, criador e expositor Ricardo D. Matho Garat, estabelecimento La Estrella

Ginete: Ramon Eduardo Diaz

Nota: 19,015

 

MACHOS

 

1º lugar

Perdido Baleao, criador Carlos Maria Braida e expositor Pedro Ezequiel Arreses, Los Potreritos

Ginete: Horacio Casin

Nota: 19,143

 

2º lugar

La Castellana Jogo Duro, criador e expositor S. A. Bartolome Ginocchio e Hijos Cia. LTDA. Gan. Ind. Y Fin., La Brava

Ginete: Juan Segovia

Nota: 18,828

 

3º lugar

Tinajera Sombra E Toro, criador e expositor Victor Esevich, La Escondida

Ginete: German Barale

Nota:18,738

 

4º lugar

Bodeguero Huracan, criador e expositor Los Reyunos S. A., Los Reyunos y Entreandes

Ginete: Horacio Casin

Nota: 18,322

 

Fotos: ACCC/Divulgação

Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective

 

Mais informações sobre a ABCCC

 

Site: www.abccc.com.br

Facebook: www.facebook.com/cavalocrioulooficial