Uruguaiana revela seus classificados da raça Crioula à Expointer

Uruguaiana - Dom Juan de São Pedro - Crédito Everton Souza Marita

Forte na criação e colecionadora de prêmios, Uruguaiana (RS) já mostrava uma prévia da qualidade que entraria em pista durante a admissão comandada por Paulo Armando Solheid, técnico credenciado à Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

Às 10h de sexta-feira, 27 de abril, o fato se comprovava: a disputa pelas oito vagas na final da Morfologia da Expointer seria acirrada entre os 64 admitidos. Tarefa para o jurado Jorge Agnelo do Nascimento, mais conhecido como Ginho, ao lado da secretária Luiza Martini.

 

De categoria em categoria, as filas foram se formando até garantir os melhores animais. E entre as quatro fêmeas selecionadas, quem puxou a frente foi Vistana da Boa Vista-TE, criação da Cabanha Boa Vista, localizada em Vacaria (RS). “Desde potranca, a Vistana chamou a atenção por ser uma égua diferente dentro da Cabanha. Ano passado ela já foi a Esteio, andou bem e esse ano está melhor e mais completa”, contou o criador e expositor, Fábio Camargo.

 

Sob olhar do jurado, os destaques da égua também ganharam sua atenção desde o primeiro momento. “Linda e distinta, ela se comportou muito bem na pista”, exaltou Ginho, que buscou durante todo o julgamento avaliar a qualificação morfológica, a caracterização racial, o comportamento e o temperamento dos animais.

 

Já nos machos, quem foi conhecido como Grande Campeão e Melhor Exemplar da Raça, foi Dom Juan de São Pedro – um cavalo muito apostado por seu dono. De acordo com o jurado, ele se destacou por suas linhas, profundidade, equilíbrio e capacidade de se movimentar a cabresto. Além disso, o animal apresentou boas angulações, aprumos e linha superior. O representante da Cabanha JLV, João D’ávila, conta que adquiriu o exemplar com a ideia de fazer dele um pai de cabanha e buscar o melhor dele nos campeonatos da Expointer. Passaporteado também para a ExpoFICCC 2018, Dom Juan leva para a casa mais um prêmio e alimenta as expectativas para quem conhece suas características. “Ele vem nos dando bons resultados, tanto na morfologia, quanto na criação. Posteriormente vamos testá-lo funcionalmente para ver como se sairá”, disse o proprietário.

 

Confira o resultado

 

FÊMEAS

 

Grande Campeã

Vistana da Boa Vista-TE, criador e expositor Fábio Camargo, Fazenda Boa Vista – Vacaria/RS

 

Reservada Grande Campeã

Neblina da Cabanha Santa Fé, criador Gilberto Rodrigues de Freitas e expositores Gilberto Rodrigues de Freitas e Antonella Blanco Suñé, Cabanha Santa Fé – Taquara/RS

 

Terceira Melhor Fêmea

Nicotina da Cabanha Santa Fé, criador e expositor Gilberto Rodrigues de Freitas, Cabanha Santa Fé – Taquara/RS

 

Quarta Melhor Fêmea

Muy Guapa do Rincão Monarca, criador Rodrigo Mombaque e expositor Cabanha Segat – Santa Maria/RS

 

MACHOS

 

Grande Campeão e Melhor Exemplar da Raça

Dom Juan de São Pedro, criador Eduardo Macedo Linhares e expositor Cabanha JLV – São Gabriel/RS

 

Reservado Grande Campeão

NH Fabuloso, criador e expositor Valdecir José Köhler, Cabanha Novo Horizonte – Horizontina/RS

 

Terceiro Melhor Macho

Três Pontas Buenaço da Boa Vista, criadores Fábio Camargo e Luiz Mierczynski Neto e expositor Parceria Três Pontas Buenaço da Boa Vista, Cabanha Boa Vista, Três Pontas e Rossato – Vacaria/RS

 

Quarto Melhor Macho

Comendador do Itapororó, criador Condomínio Rural Itapororó/Santa Marta e expositor Gilberto Rodrigues de Freitas, Cabanha Santa Fé – Taquara/RS

 

Foto: Everton Souza Marita/ABCCC/Divulgação

Texto: Marina Bonati/ABCCC

 

Mais informações sobre a ABCCC

 

Site: www.abccc.com.br

Facebook: www.facebook.com/cavalocrioulooficial

Onde hospedar (estabular) seu cavalo
Banner Thaty Aulas
Banner Decathlon
Banner Spur
Banner AryBotas
Workshop Equestre