Cavalos conseguem entender e lembrar emoções humanas

Vergano Marumby, Puro Sangue Lusitano, PSL (1)
Estudo britânico mostra que eles reconhecem expressões de raiva ou alegria em cada indivíduo. E depois reagem de acordo com elas.

Uma nova pesquisa revela que a capacidade dos cavalos de entender os humanos é ainda maior do que se conhecia e, em alguns pontos, comparável apenas a dos cachorros.

Fonte: DESTAQUE, clique aqui e veja a matéria original…

O estudo da Universidade de Sussex em conjunto com a Universidade de Portsmouth, ambas no Reino Unido, mostrou que além de reconhecer rostos humanos, lendo suas emoções (como só os cães fazem), os cavalos guardam na memória os humores dessas pessoas.

“O que descobrimos é que os cavalos não apenas leem expressões faciais humanas mas também podem lembrar o estado emocional anterior de uma pessoa quando encontrarem com ela mais tarde – e, mais importante, eles adaptam seu comportamento de acordo com essa informação”, afirma a co-autora do estudo e professora de comportamento animal e cognição na Universidade de Sussex, Karen McComb.

Fotos

Os pesquisadores mostraram fotografias de humanos com cara de raiva a 11 cavalos e a outros dez, imagens de humanos sorrindo. Cada animal observou essa grande foto por cerca de dois minutos.

Três a seis horas depois, eles foram colocados cara a cara com a pessoa que tinham visto, dessa vez com expressão neutra. Para evitar a possibilidade de dar pistas reveladoras, a pessoa não sabia se sua foto mostrada era feliz ou raivosa.

O estudo, publicado na revista “Current Biology“, revela que quando o cavalo encontrava o humano que estava bravo na foto, passava mais tempo olhando para ele com o olho esquerdo. Karen McComb explica que as informações do olho esquerdo são enviadas para o hemisfério direito do cérebro, onde ameaças e perigos potenciais são processados.

Por outro lado, os animais que viram a foto da pessoa feliz, olhavam mais para ela com o olho direito. “O hemisfério esquerdo do cérebro conecta-se ao olhar direito e é mais especializado em reações pró-sociais e positivas”, afirma a pesquisadora.

A equipe também descobriu que cavalos que haviam visto fotos de gente irritada pareciam achar o encontro face a face mais estressante, exibindo mais freqüentemente “comportamentos de enfrentamento” como lamber e mastigar, bater os cascos ou farejar o chão.

Conclusões

De acordo com os cientistas, os cavalos parecem lembrar da expressão de cada pessoa, mesmo que tenha sido vista por alguns instantes – e por uma fotografia. “É um resultado incrível. É muito interessante que os animais consigam ler sutis expressões”, afirmou McComb ao jornal inglês “The Guardian”. “O que me impressiona mais é que eles não esquecem. Eles têm a lembrança do estado emocional daquela pessoa e usam essa informação.”