Campo Verde encerra ciclo de Passaportes definindo campeões

Campo Verde - Outro Naipe da Reconquista - Crédito Fagner Almeida ABCCC

Dezesseis eventos, oito estados: assim foi traçada a rota das Exposições Passaporte do ciclo 2018. A última parada de avaliações foi no Centro-Oeste, uma região rica em biodiversidade e que vem inserindo o Cavalo Crioulo nos hábitos de criação local.

Fundado em 2012, o Núcleo Matogrossense de Criadores de Cavalos Crioulos integrou ao seu calendário a organização de mais uma Passaporte em Campo Verde, a quinta a ser realizada no Parque de Exposição Marco Antônio da Rocha. No dia 14 de julho, sob o sol do cerrado, foram julgados em pista 41 animais que vieram de outras parte do Mato Grosso, Goiás, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Campo Verde - Outro Naipe da Reconquista - Crédito Fagner Almeida ABCCC
Campo Verde – Outro Naipe da Reconquista – Crédito Fagner Almeida ABCCC

Direto de Jaguarão, no extremo sul do Brasil, Rouget Gigena Wrege veio com a responsabilidade de selecionar mais 8 animais que entram em pista para disputar a final da modalidade em Esteio, que acontece em aproximadamente um mês. Segundo o jurado, “a região de fomento vem se destacando muito e mostrando seu potencial para a raça”, revelou.

 

Como reflexo da expansão e da paixão pelo Crioulo, o Centro-Oeste é uma das regiões de criação que mais tem crescido no Brasil. Lucas Lau, analista de expansão, comenta que esse número também reflete na grande participação de Crioulos em eventos fora da região Sul do país. Alexandro Panosso, presidente e sócio fundador do Núcleo, viu a fundação desse espaço como uma “maneira de fortalecer laço entre os criadores espalhados por diferentes regiões”, destacou.

 

Panosso comenta que a evolução do Mato Grosso é indescritível ao longo desses anos e acredita que a organização das provas permite que o criador veja quanto a criação ainda pode crescer. “Aceitamos as críticas e as observações dos jurados acreditando que ainda há muito a ser melhorado”, afirmou. Fabrício Rossato, vice-presidente de núcleos presente no evento, reitera: “temos contato com vários criadores novos e é visível o interesse deles no trabalho e desenvolvimento dos cavalos”, constatou.

 

Confira o resultado

 

FÊMEAS

 

Grande Campeã

Obra Prima da Reconquista, criador e expositor Marcelo Tellechea Cairoli, Reconquista Agropecuária LTDA, Alegrete/RS

 

Reservada Grande Campeã

Igualita da Reconquista, criador e expositor Marcelo Tellechea Cairoli, Reconquista Agropecuária LTDA, Alegrete/RS

 

3ª Melhor Fêmea

Guaiaca do Ribeirão Bonito, criador Arison Jung e expositor Daniel Hungaro Driessen, Cabanha Norte Velho, Conselheiro Mairinck/PR

 

4ª Melhor Fêmea

Dois Mundos Copacabana, criador e expositor Ricardo da Silva, Estância Dois Mundos, Chapecó/SC

 

MACHOS

 

Melhor Exemplar da Raça e Grande Campeão

Outro Naipe da Reconquista-TE, criador e expositor Marcelo Tellechea Cairoli, Reconquista Agropecuária LTDA, Alegrete/RS

 

Reservado Grande Campeão

El Barquero 13 Traful, criador Ricardo Galicchio Kroef e expositor Agenor Nunes, Fazenda Agenor Nunes, Minaçu/GO

 

3º Melhor Macho

Herdeiro do Norte Velho-TE, criador e expositor Daniel Hungaro Driessen, Cabanha Velho Norte, Conselheiro Mairinck/PR

 

4º Melhor Macho

Índio da Fazfar, criadores e expositores Ricardo Pinto Faria e outro, Fazenda Faria, Piedade/SP

 

Fotos: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

Texto: Julia de Andrade/ABCCC

 

Mais informações sobre a ABCCC

 

Site: www.abccc.com.br

Facebook: www.facebook.com/cavalocrioulooficial