Material para montar no começo somos enrolados

Material equestre, quarto de sela

Sempre que começamos em qualquer esporte tem o investimento no material, é claro que no hipismo não é diferente, isso sem contar a renovação constante.

O importante é escolher as lojas e fornecedores de sua confiança, tem muita gente que se aproveita de quem está iniciando.

Bom, como um leigo quando minha filha iniciou já tive que investir em culote, bota, camisa, cinto, luva, capacete, ou seja o básico para frequentar a escolinha na época e depois competir.

Banner AryBotas
É claro que acabei comprando errado, mas faz parte de ser principiante, afinal, como leigos não conhecíamos nada, veja, para mim não é novidade já havia errado quando pratiquei outros esportes.

Com o tempo percebemos que a bota não era exatamente a melhor para ela, os culotes pagamos caro (eram bons), o capacete devo elogiar, apesar de não ser dos mais caros, minha filha não o abandonava, demorei até convencê-la de literalmente jogar fora.

Para completar, quando ela começou a competir para valer, no caso hipismo salto, veio a necessidade da casaca, uma peça cara que dura para “sempre”, o problema é a moda, vai se mudando os modelos e competir em um campeonato de amazonas, por exemplo, vira desfile.

Bom, próxima etapa veio o cavalo, não dava mais para competir com os da escolinha, portanto junto com o investimento no cavalo vieram o material básico, sela, barrigueira, cabeçada, bridão, cabresto, capa de frio, baldes, repelente, shampoo, e assim vai, e continua indo, sempre tem algo novo para comprar.

E confesso, material é algo que sempre estaremos comprando.

Material equestre, quarto de sela
Material equestre, quarto de sela

Aqui já temos um problema, quarto de sela, como guardar e controlar o material do cavalo, pois fica na hípica, em resumo, nós sempre perdemos coisas, e dependendo do local, tem um pessoal que sempre gosta de usar seu material “emprestado”, já perdi chicotes, bridões, cabrestos, então cuidado.

Finalmente chegou a minha vez, ou seja, primeiro fui a escolinha, onde resisti ao culote, montei no início com perneira e tênis (!), só não deu para ficar sem capacete próprio, os das escolinhas são de “uso comunitário”, não dá para se sentir “confortável”.

Foi aí que descobri o quanto uma sela é importante, era destruidor montar com a sela da escolinha, acabava com o eu traseiro, em geral são selas velhas, acho que mesmo não tendo cavalo próprio, para quem vai abraçar o hipismo, ter uma sela é um ótimo investimento.

Passada a minha resistência, acabei por comprar o material necessário para eu montar.

Uma coisa que recomendo que é com relação a bota, as prontas evoluíram muito, já são feitas com elástico para amoldar na batata da perna, são muito boas para começar, mas procure, não caia na primeira que te oferecer, pode até ser a melhor, mas experimente outras, depois volte lá se for o caso, mas saiba você descobrirá que essas botas não superam as feitas sob medida.

Minha segunda etapa foi ganhar o meu cavalo e ter que comprar todo o equipamento.

Um grande problema nas lojas equestres são os vendedores, depois de um tempo você aprende a distinguir os que são do esporte e estão lá para te empurrar produtos, em especial se você é leigo, depois de um tempo e de ir a várias lojas, fiquei chateado com a falta de ética.

Todos que praticam um esporte passam a ter suas lojas de preferência, aquela que você vai comprar e papear, eu posso dizer que tenho quatro pontos de compra, que combinam qualidade, preço e que não me empurram produto, como confio vou compartilhar:

  • Para material básico uso a Decathlon e se quero ajuda profissional, eles abriram uma loja conceito na Av. Paulista em São Paulo (sou da cidade) onde sou atendido por um atleta, aqui vale bem os preços e poucos sabem que a maioria do material equestre vem da Europa, culote francês, bota de Portugal, e assim vai.
  • Minha loja focada no esporte é a SPUR, lá tem tudo e se não tiver eles irão procurar para você, são do meio, tem tradição e não tentam te empurrar produtos, até porque tem uma imagem a preservar, estão na internet, mas gosto de ir lá papear.
  • Quanto à bota sob medida, tenho usado o Ary Botas há mais de dez anos.
  • Quando vou a Argentina, o material em couro e culotes masculinos são bons, aí gosto de visitar a loja Caballos, eles têm um bom material e revendem selas Saint Lourdes, tenho uma há mais de 15 anos.

Todos esses fornecedores estão na internet com seus produtos é só procurar o site.

Então fica a dica de um leigo sobre material.

Em tempo, depois que andei montando no sul do país, tenho trocado o culote pela bombacha, pelo menos para meus treinos de hipismo, já em provas, tem as regras a serem seguidas.

Marco Vidal

Onde hospedar (estabular) seu cavalo
Banner AryBotas
Banner Decathlon
Banner Spur
Tecnologia, segurança, prevenção a fraudes, sistemas, inovação, IoT, monitoração
Workshop Equestre
Banner Thaty Aulas